Trajetoria

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nurah Said é natural de Beirute, Líbano, trabalha com dança oriental há 25 anos e está radicada em Porto Alegre.

Em 1994, abriu o 1° Estúdio de Dança do Ventre de Porto Alegre, o Macktub, onde iniciou diversas profissionais para o mundo da dança oriental. No mesmo ano, com mais duas profissionais, fundou o Shamas, o 1° grupo de Danças Árabes do Estado sulista.

Em 1995, escreveu, montou e dirigiu uma esquete teatral: “A brisa do deserto” que viria a dar início às atividades da Cia Teatral Macktub.

Em 1997, lançou no Restaurante Al Nur (na época, de propriedade de sua mãe e sua) uma grade para apresentações semanais de dança oriental, abrindo espaço para performances de dançarinas do sul e de outros Estados.

Em 1998, ganhou o 1° lugar no 1° In Corpus Festival com sua dança e a premiação de Bailarina Revelação de todo o Festival que contava com outras modalidades.

Em 2002, seu currículo com dança e teatro, a indicou para uma participação dançante na novela O Clone, dirigida por Jaime Monjardim.

Em 2003, recebeu duas condecorações de Honra ao Mérito por sua dedicação à cultura oriental, uma delas na XIV Exposição de artes Poeta Nilo Torres, e outra, do periódico Torre de Pedra.

Aperfeiçou seus conhecimentos estudando com grandes mestres da Dança oriental de várias partes do mundo: Lou Couto, Samira Samia, Lulu Sabongi, Mahmoud el Masri, Tito Seif, Mohamed Shahin entre outros.

E desde que começou em 1992, Nurah especializou-se no toque dos snujs, nas músicas clássicas e solos de percussão, ensinando teoria e prática com riqueza de detalhes em aulas regulares e workshops dentro e fora do Estado do RGS, formando magníficas dançarinas, além de continuar à frente das produções da Cia Teatral Macktub.

Além de dançarina e coreógrafa (Sated 4577), Nurah também é escritora, roteirista e autora teatral e assina em cada Produção da Cia Macktub: roteiro, direção e montagem.