Cia Macktub

A Cia Teatral Macktub foi criada em Porto Alegre em 1995 por Nurah Said com a proposta original de

produzir Espetáculos de teatro e danças orientais agregadas a outras artes, como música, poesia e literatura, embora Nurah crie o roteiro de grande parte das produções.

Escritora, roteirista e autora teatral, além de trabalhar com a dança oriental há 25 anos, Nurah também assina em cada Produção; a direção, roteiro e/ou montagem e danças de grupo.

Fiél a várias formas de arte, as produções dançantes enriquecem o seu quadro com atuações de instrumentos originais do Oriente e com os detalhes cenográficos e de figurino, desde um antigo mercado árabe a tendas montadas no palco, turbantes de cetim e galabias de veludo a olhos caracterizados combinando com véus de seda. A maestria na escolha dos figurinos e da cenografia são uma marca registrada da Macktub, lhe rendendo inúmeros elogios do público e avaliações positivas da mídia.

Há 22 anos em solo gaúcho, desde sua criação, a Cia Teatral Macktub tem o intuito de trazer ao público a cultura e os mistérios do Oriente, tão pouco conhecidos e divulgados. Dentro dessa diretriz, Nurah conseguiu aliar teatro e dança oriental formando uma proposta original e inovadora no RS. Com isso, um solo de dança árabe ou uma dança coletiva como a folclórica Dabke, encenam movimentos do cotidiano dos povos do deserto e mesmo passando pelas aldeias beduínas ou pelos tapetes dos grandes palácios reais, os enredos, roteirizados no século passado, transportam o espectador a uma viagem no tempo mas abordam temas que continuam tão pulsantes quantos os vividos em outras eras, enfatizando uma ressalva: a de que, apesar dos anos e da evolução, ainda vivemos as mesmas experiências, e de que como seres construindo uma nova consciência, avançamos muito pouco. Por isso, mesmo narrando-se outro mundo e época, a interação com o público se faz instantanea, porque os roteiros da Macktub falam de uma essencia em comum: a alma humana.

 

Abaixo, as produções da Cia Teatral Macktub nesses 22 anos de existência:

 

 

 

Al Chajrat - 2016

 

A pedidos do público e com os ingressos esgotados antes da

apresentação, o Espetáculo Al Chajrat voltou para comemorar a

maioridade da Macktub com o tema "Sustentabilidade". O poder do acreditar

com a força da união, aliados ao impacto de ver uma árvore seca reflorir

diante dos olhos estupefatos da plateia, conquistaram corações e marcaram

esta produção como uma das favoritas do grande público.

Roteiro e direção: Nurah Said

 

Al Chajrat - 2015

Produção escrita para comemorar as duas décadas de existencia da

Macktub. O enredo fala de uma árvore sagrada num oásis, mas que seca

junto com o local. Samira, uma vidente com poderes, tenta reavivar a

árvore para que o lugar floresça novamente, e para isso, precisa da união de

todas as mulheres, mas algumas planejam partir. Invocando djins, gênios do

deserto representados por dançarinas orientais, Samira corre contra o tempo

para reavivar al chajrat, a árvore, e convencer as mulheres a se unirem num

único objetivo, ou todas morrerão. O "grand finale" se dá com uma última

e mais forte invocação, onde dançarinas representando três djins e a união

de todas as mulheres, fazem a árvore florescer diante de todos.

Roteiro e direção: Nurah Said

Contos e Danças do Leste - 2014

Reapresentação da mesma produção de 2012 - Os contos de Rumi, Gibran,

Nasrudin e Sufis foram representados por inúmeros personagens e

dançados em variados ritmos pelas dançarinas da Macktub. Uma produção

pontuada pela riqueza de detalhes nos figurinos e caracterizações para estar

à altura da sabedoria dos contos dos filósofos orientais.

 

- E encontrei tanto liberdade quanto segurança na minha loucura..."

Conto "O louco" - Gibran Khalil Gibran

Montagem e direção: Nurah Said

 

 

 

A Rosa da Fenícia - 2013

Produção escrita para os 18 anos da Cia Macktub. A história narra a trajetoria

de um andarilho que retorna à sua aldeia em busca de um tesouro perdido.

O convívio com os aldeões e um antigo amor acabam mudando as coisas,

fazendo-o encontrar uma preciosidade maior do que ele buscava e trazendo

um desfecho inesperado à historia.

Roteiro e direção: Nurah Said

 

Contos e Danças do Leste - 2012

Os contos de Rumi, Gibran, Nasrudin e Sufis foram representados por

inúmeros personagens e dançados em variados ritmos pelas dançarinas

da Macktub. Uma produção pontuada pela riqueza de detalhes nos

figurinos e caracterizações para estar à altura da sabedoria dos contos dos

filósofos orientais.

"- Existe alguém entre nós que nunca amou?

O velho que nunca amou - Conto sufi"

 

Montagem e direção: Nurah Said

Dançando Gibran - 2011

Última reapresentação de Dançando Gibran onde os versos do filósofo

libanês emolduraram as danças orientais das mil e uma noites.

 

"A simplicidade é o último degrau da sabedoria" - Gibran

 

Montagem e direção: Nurah Said

 

Dançando Gibran - 2010

 

As sessões lotadas pediram em 2010, um pouco mais da produção

dançante de Gibran e o público compareceu à altura.

"É belo dar quando solicitado, é mais belo porém, dar por haver

compreendido" - Gibran

Montagem e direção: Nurah Said

 

 

 

Dançando Gibran - 2009

 

Em 2009, os versos do "poeta do amor" continuaram ecoando entre as

danças orientais da Macktub.

 

"Árvores são poemas que a terra escreve para o céu. Nós as derrubamos e

as transformamos em papel para registrar todo o nosso vazio" - Gibran

Montagem e direção: Nurah Said

 

 

Dançando Gibran - 2007

 

Produção que iniciou a série de edições nos anos posteriores e que levou

os poemas do filósofo libanês Gibran Kalil Gibran aos palcos, sendo

entoados e emoldurados por belíssimas apresentações de dança do ventre

 

"Generosidade é dar mais do que você pode, orgulho é pegar menos do

que você precisa" - Gibran

Montagem e direção: Nurah Said

 

 

 

 

 

Dançando os poemas do Oriente - 2007

 

Nesta produção desfilaram os poemas de Omar Khayyam, Rumi e Gibran,

emoldurados pelas dançarinas da Macktub.

 

"Debaixo de um arbusto, um pão e uma garrafa de vinho e meus poemas,

tudo o que preciso. E tu, que do meu lado cantas no deserto, e o deserto

se torna, então,no Paraíso" - Rubaiyat de Omar Khayyam

Montagem e direção: Nurah Said

 

 

 

Sol na Alma - 2005

Produção que marcou os 10 anos de trajetoria da Macktub. Um jovem e

seu tio tuaregue descobrem um modo atípico de rever cenas do passado,

discutindo as lacunas de pais e filhos e as lacunas que se criam na vida

de ambos. Os diálogos são intercalados por danças árabes, clássicas e

folclóricas num Espetáculo que contou com provérbios dos sábios do

deserto.

Roteiro e direção: Nurah Said

Um presente eterno - 2005

 

Outra produção escrita, no mesmo ano, para os 10 anos da Macktub que,

entre as danças das mil e uma noite, narra a trajetoria de um homem que

relembra as pessoas que perdeu, culminando numa constatação que o

marcara por toda a existencia.

Roteiro e direção: Nurah Said

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Esta página, assim como todo o site, ainda estão em construção. Em breve, todas as produções da Cia Teatral Macktub estarão registradas desde o ano de 1995. Agradecemos a sua visita, continue nos prestigiando com sua presença, a tenda está aberta.

Sol na Alma

Às portas do céu - 2004

 

Nurah barrou uma mulher às portas do céu e repassou toda a sua vida no palco. Afinal, "um deserto só pode florescer como um oásis e matar a sede de alguém, se houver apreendido um pouco da água da chuva que lhe foi ofertado quando ainda era uma porção de terra seca e estéril"

Roteiro e direção: Nurah Said

 

A verdade de cada um - 2004

 

"Em tempo de guerra ou caos, a moeda que mais circula é a verdade de cada um".

Essa frase celou o último ato dessa Produção que narrou os desacertos de uma andarilha, elucidando a verdade que pregava.

Roteiro e direção: Nurah Said

A visão cega - 2003

 

Nurah colocou sua mãe no palco para abrir essa Produção cantando um trecho de uma canção árabe que todo o elenco acompanhou. No transcorrer, duelo de snujs, solos de derback, danças folclóricas egípcias e do golfo perambularam pelos caminhos de um cego que enxergava mais do que seu guia: "Não tens a visão, apenas o olhar. Se me permitires, te ensinarei a enxergar"

Roteiro e direção: Nurah Said

Contos árabes - 2003

 

Nurah criou dois contos para esta produção beneficiente que teve toda a renda revertida para o Centro Social "O Samaritano". As historias salpicadas de humor, falavam sobre esperança, consciencia e força de vontade.

 

Roteiros e direção: Nurah Said